Estudantes participaram da 1ª edição do Dia D Caldeira Interescolas

Na sexta-feira, dia 22 de março, estudantes do Colégio Farroupilha estrearam a 1ª edição do Dia D Caleira Interescolas. A iniciativa foi planejada em parceria com a Escola de Professores Inquietos. 

Através de metodologias colaborativas, eles participaram, juntamente com outras escolas, de uma imersão no mundo da inovação e do empreendedorismo. Com uma programação especial, a tarde proporcionou momentos de muita criatividade, conexão e aprendizado.

O Dia D colocou os estudantes para pensarem juntos sobre o futuro do trabalho e temas relacionados ao mercado profissional. A partir de um bate-papo descontraído com empreendedores que fazem parte do universo do Caldeira, eles compartilharam ideias, exploraram seus interesses, esclareceram dúvidas e curiosidades sobre as possibilidades de escolha depois da conclusão do Ensino Médio. Felipe Pimentel, um dos responsáveis pelos projetos educacionais no Instituto, realizou a abertura da programação, abordando temas como o futuro do trabalho, inovação e empreendedorismo. “Precisamos refletir  sobre a forma como iremos aprender e nos desenvolver para acompanhar todas as mudanças e transições que acontecerão ao longo da vida”, provocou Felipe. 

Segundo dados fornecidos durante o evento, 85% das profissões a partir de 2030 não existem ainda, o que torna extremamente importante ter sensibilidade para selecionar as oportunidades que estão por vir. Estar atento às diferentes perspectivas acaba sendo um diferencial, que pode ser utilizado como ferramenta para desenvolvimento de projetos futuros. Wilma Resende Araujo Santos, Diretora Superintendente na Junior Achievement Brasil estava no Instituto Caldeira e também conversou com os jovens. Com uma lucidez de quem possui anos de experiência, alertou os participantes sobre a importância de prestar atenção em tudo que acontece ao redor, vivendo cada dia com um propósito. “A vida é um presente. E sabermos utilizar o que ela oferece a nosso favor é o que impulsionará vocês em direção aos sonhos de cada um”, ressalta Wilma. 

Também trocaram ideias com as escolas presentes, o sócio fundador da Planton, startup que ajuda as empresas a medirem e neutralizar suas emissões de carbono; Cassio Trindade, veterano em TI, com mais de 30 anos de carreira dedicados à tecnologia e inovação; e Marcela Bertoluci, que trabalha com Gestão de Projetos e Planejamento Estratégico na 4all. Marcela é ex-aluna do Colégio Farroupilha e, desde muito jovem, já demonstrava seu interesse pelo empreendedorismo. Aos 16 anos criou um projeto social que ajudou sete crianças a serem adotadas. “Essa sede por me conectar e buscar oportunidades surgiu desde quando eu era pequena, e o Colégio me proporcionou várias oportunidades de me conectar com pessoas que me mostraram o caminho do empreendedorismo”, contou.

Com diversas dinâmicas ao longo da tarde, os estudantes literalmente se misturaram, interagiram e construíram pontes que serão essenciais para o futuro. Temas como usar a tecnologia para fazer o bem a partir de novas conexões e de forma diversa, estavam presentes em todos os momentos. A oficina Open Space incentivou a integração dos jovens com a formação de grupos de diálogo e encerrou a tarde. 

Novas experiências para planejar o futuro

Segundo a Diretora Pedagógica da instituição, Marícia Ferri, o projeto é importante para ampliar o senso de aprendizado dos alunos além das salas de aula. “A visão pedagógica do Farroupilha sempre leva em consideração a importância de conectar os estudantes com a realidade do mundo corporativo e empreendedor, no qual serão inseridos futuramente. O Dia D foi uma ótima ocasião para eles aplicarem suas habilidades fora do ambiente tradicional da escola. Acreditamos que esse contato pode ajudá-los a enfrentar os desafios e transformações do mundo real”, afirmou a Diretora.

Esse pensamento vai ao encontro do propósito da Escola de Professores Inquietos, corealizadora do evento. A iniciativa, que faz parte do Colégio Farroupilha, tem como missão ser fonte de inspiração para profissionais da educação, promovendo um ambiente educacional que preza pelas necessidades da formação continuada na contemporaneidade. O currículo e os cursos seguem os fundamentos do lifelong learning, premissa que defende o aprendizado contínuo ao longo da vida. Na Escola, tanto professores quanto alunos são estimulados a aprender por meio de experiências em diferentes espaços e situações, construindo uma visão sistêmica e integral do processo educativo. “Momentos como o Dia D permitem que os jovens assumam o protagonismo da sua própria jornada, desempenhando um papel ativo na construção do conhecimento”, complementa a Gerente de Projetos da Escola de Professores Inquietos, Andressa Generosi.

CHATGPT NA SALA DE AULA

ChatGPT na sala de aula 08/03/2023 No final de 2022, a IA (inteligência artificial) tornou-se pauta recorrente em diversas áreas com o lançamento do ChatGPT. O sistema baseado em IA gera conversas a partir de perguntas e tópicos sugeridos pelo usuário. Os resultados são baseados em dados encontrados na internet …

10ª edição do Inteligência Coletiva aconteceu nos dias 24 e 27/08/2022

10ª edição do Inteligência Coletiva aconteceu nos dias 24 e 27/08/2022 29/08/2022 Nos dias 24 e 27 de agosto, a 10ª edição do Inteligência Coletiva movimentou o Colégio Farroupilha. Com o tema “Conectando sentidos: ser professor em contextos de transformação”,  o evento foi cocriado por escolas parceiras do movimento Porto …