O papel das brincadeiras no aprendizado de língua inglesa na infância

O papel das brincadeiras no aprendizado de língua inglesa na infância

13/08/2021

share buttons

Por Aura Campos Alibio

Graduada em Letras Português/Inglês, especializada em Educação Infantil e pós-graduanda em Educação Inclusiva. Possui as certificações CELTA e CAE de Cambridge. É professora de Inglês da Educação Infantil no Colégio Farroupilha.


 A aprendizagem de línguas estrangeiras na primeira infância é uma estratégia utilizada em diversos sistemas educacionais a nível global, pois contribui para a formação de cidadãos com as habilidades e competências linguísticas do século XXI. Todas as formas de linguagem complementam-se para que a criança desenvolva-se integralmente, finalidade da Educação Infantil conforme a LDB. Além disso, fomentar experiências de conhecimento de outras culturas e demais aspectos inerentes às línguas e ao seu universo é evidentemente enriquecedor. 

No ensino de línguas voltado para a Educação Infantil, os principais aliados para a aprendizagem são as brincadeiras, os jogos e as atividades lúdicas. Conforme corroboram as Matrizes de Brincadeiras e Jogos do Colégio Farroupilha, o brincar proporciona o desenvolvimento físico, social e cognitivo da criança, que se depara tanto com suas próprias dificuldades e facilidades quanto com as do outro; explora diferentes espaços e objetos, tendo de dividi-los também; está atenta a seu próprio corpo e ao corpo do colega, observando o que tem a seu redor. As brincadeiras desempenham função tão relevante para o desenvolvimento que a Organização das Nações Unidas e a Constituição Brasileira asseguram-na como direito fundamental do ser humano.  

A brincadeira simbólica e espontânea utiliza principalmente o recurso da linguagem oral, desse modo, no início da aprendizagem de um novo idioma, elas ocorrem de forma direcionada, conduzindo a criança a desenvolver as habilidades linguísticas em foco. São criadas oportunidades de aquisição de distintas formas, em que a criança estará praticando o vocabulário principal por meio dessas propostas lúdicas, enquanto o idioma está em processo de consolidação. 

Explorar a língua sob uma perspectiva global por meio de brincadeiras tradicionais e folclóricas de outros países, além de ampliar o contato cultural, proporciona à criança a capacidade de estabelecer relações de comparação entre elas, pois, além das variações dentro do próprio país, existe a diversidade de versões dessas brincadeiras na língua inglesa: com a apresentação dessas dinâmicas, as crianças que tiveram vivência com diferentes culturas têm a oportunidade de compartilhar com os colegas e a professora as variações das mesmas atividades, enriquecendo esses momentos substancialmente. 

Confira, abaixo, algumas das brincadeiras realizadas com crianças dos níveis 4 e 5 da Educação Infantil.

Row Your Boat 

É uma cantiga de roda infantil folclórica americana datada de 1852. Para brincar, as crianças, em pares, sentam no chão, uma de frente para a outra, de mãos dadas, enquanto cantam a canção abaixo. Então, movimentam-se para frente e para trás sem soltar as mãos, como se estivessem remando um barco. A canção é entoada em diferentes ritmos, e as crianças devem acompanhar. Quando ouvirem o comando, trocam os pares, para que diversos colegas possam interagir:

Row row row your boat 

Gently down the stream

Merrily Merrily Merrily Merrily

Life is but a dream 

 

Ring a Ring o’ Roses 

É uma brincadeira de roda folclórica britânica dos anos de 1790. Para essa dinâmica, as crianças formam uma roda e vão girando para um lado enquanto cantam a música abaixo. Quando a palavra “down” for mencionada na canção, todos devem se abaixar. Na versão adaptada, o último a se abaixar responde a uma pergunta referente ao conteúdo didático que estiver sendo explorado.

Ring a ring o’ roses

A pocket full of posies

Ashes Ashes we all fall down 

 

Duck Duck Goose

É uma brincadeira de roda popular na Austrália e no Canadá, da década de 60. Para brincar, as crianças ficam em roda, enquanto uma delas, o “goose” vai tocando na cabeça das outras e dizendo “duck.. duck… duck… goose!”. A criança em que ela tocar quando disser “goose” levanta-se e corre atrás da outra, que será o novo “goose”. Essa brincadeira é adaptável para praticamente qualquer vocabulário em inglês que esteja sendo desenvolvido nas aulas.